quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Saltos ornamentais

Saltei apra a vida.
Trampolim que balança.
Infância, adolescência, vida adulta.
Não necessariamente nessa ordem.
A vida é desordem.

Peripécias no ar.
Caio n´água distraído.
Levanto novo em folha
assim como as flores da primavera.
Como foi bom ter caído!
                                 ***
Parabéns a todos os poetas pelo seu dia!

Um comentário:

  1. Me lembrou dos jogos olimpicos e da perseverança de cada atleta.

    ResponderExcluir